Valorizando meu próximo – Dracma perdida

Super boa tarde a todos!
Na minha cidade o clima esta lindo, um sol resplandecente, temperatura alta, ótimo para quem esta de férias..
Obrigada Senhor, por mais este dia!
E um dia tão lindo faz-me pensar na quantidade de coisas boas que eu posso fazer hoje, de ajudar o meu próximo, fazer alguém feliz..
Você conhece a parábola da Dracma perdida? Eu creio que sim, por isso não vou focar na história e sim no significado. Se você não conhece esta parábola pode lê-la  Lucas 15.

parabola-de-la-dracma-perdida-postA história começa com uma mulher procurando uma dracma, moeda grega, perdida dentro de casa.Normalmente na bíblia a mulher representa a igreja, a casa somos nós e a moeda algo muito valioso, talvez um dom que Deus lhe deu ou até um pessoa. Olhando por este lado, você consegue perceber o que realmente a parábola nos remete.
Seguindo a parábola, a bíblia relata que a mulher ascendeu a candeia dentro da própria casa para procurar a moeda que estava perdida. Quando vemos esta parábola logo pensamos que se refere a alguém que esta fora da igreja, mas na minha percepção esta parábola fala sobre a importância da igreja para cada cristão, a candeia, sem sombra de dúvidas significa o espirito santo, ou seja, a igreja guiada pelo espirito santo ajudando o cristão a se valorizar, a fazer a obra de Deus, a ter uma utilidade.
Quem é a igreja? Somos nós irmãos! Vamos nesse dia pedir a Deus que nos guie pelo seu espírito santo a ajudar o nosso próximo para que ele não venha se perder.

Se tiver algum jovem que não participa da mocidade da sua igreja, não sai para passear com os jovens, dê uma atenção especial, lembre-se ele também é uma dracma, ele também tem valor.

 

pj004jovens

Se você tem outra interpretação deste texto ou não concorda com o que eu escrevi, deixe um comentário ou mande um e-mail.

Forte abraço.

Facebook Comments

This entry was posted in + Bíblia. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*